Ensino Infantil

Vocês sabiam que existe um lugar à espera de crianças de 1 ano e 8 meses a 6 anos que tem um grande quintal, repleto de árvores frutíferas frondosas, flores, borboletas, galinhas, um belo parque de madeira, brinquedos; e crianças felizes e saudáveis, que diariamente constroem laços de amizade, sob o olhar amoroso e cuidadoso das professoras Jardineiras e auxiliares?
É o nosso Jardim!

Aqui é proporcionado tudo o que há de melhor e necessário para a primeira infância:

  • Movimentar-se de forma livre, brincar e interagir com outras crianças e com brinquedos orgânicos, em contato com elementos naturais como a terra, a água, o vento e o calor;
  • Aprender pequenas tarefas do dia a dia, que aos poucos lhes garantem a construção da autonomia, como: lavar o próprio copo, arrumar e guardar seus pertences e os brinquedos, lavar as roupinhas das bonecas;
  • Alimentar-se de forma saudável e participar da elaboração da própria alimentação, como: lavar e descascar frutas e legumes, fazer e modelar o pão, bolos e biscoitos;
  • Vivenciar atividades artísticas como o canto, a pintura, o desenho, a modelagem entre outros;
  • Ouvir diariamente contos de fadas e participar de atividades rítmicas e pequenas dramatizações livres;
  • Sobretudo, aprender a venerar e agradecer pelas belezas e alegrias de cada dia.

Tudo isso de forma lúdica, permeada pela fantasia; sob o monitoramento, segurança e olhar profissional das professoras Jardineiras e auxiliares, que no trabalho de cuidar e educar dedicam-se às nossas crianças com todo o zelo necessário.
E ainda, com a possibilidade dos pais participarem do ideal de Gestão Associativa da instituição, num processo de auto educação social, atuando como co-autores junto com os docentes, colaboradores e outros pais, para a consolidação da Associação Brasilis – Colégio Waldorf Brasilis.

MATERNAL E JARDIM WALDORF

Etapas de uma aula em um Jardim Waldorf

É o tempo do brincar na classe. Em grupos ou individualmente, as crianças constroem cabanas, viram a cadeirinha de cabeça para baixo para fazer de conta que é um carro, um foguete… Enquanto alguns brincam, outros preferem desenhar livremente. Nesses primeiros momentos, a professora propõe atividades específicas para cada dia da semana: moer trigo, preparar o pão, fazer modelagem com cera de abelha, pintar aquarela, passar roupinhas, cuidar da horta, fazer euritmia ou tocar kântele (essas duas últimas, conduzidas por professoras especializadas).

Todo processo vivo de aprendizagem deverá necessariamente respeitar e fomentar um ritmo adequado. A pedagogia Waldorf considera fundamental a alternância sadia e equilibrada entre concentração e expansão, entre atividade intelectual e prática, entre esforço e descanso, entre recordação e esquecimento. Assim se planeja o mais cuidadosamente possível, a partir desse ponto de vista, tanto na prática educativa anual, mensal, semanal e diária, como também cada uma das horas de aula, a fim de conseguir o ritmo adequado às fases de compreensão, assimilação e produção da aprendizagem.

Na Pedagogia Waldorf, o ensino é oferecido em épocas, permitindo aos alunos um maior aprofundamento do conteúdo abordado, uma vez que o receberão de uma forma não superficial, fragmentada ou ainda desconectada do todo, mas sempre de maneira integrada e em harmonia com o desenvolvimento dos alunos. Dessa maneira, cada criança pode aprofundar e vivenciar cada conteúdo, assimilando-o e incorporando-o à sua vida.As épocas abrangem diversas disciplinas e podem ter a duração de 3 a 4 semanas. Os alunos do 1° ano do CWB realizaram uma bela e singela apresentação de encerramento da época de matemática aos seus pais e responsáveis.Nela apresentaram os números ordinais e as operações matemáticas, adição, subtração, multiplicação e divisão, tudo de maneira leve, sensível e responsável, indicando os caminhos trilhados pela pedagogia Waldorf.#vemserwaldorf #vemserbrasilis #pedagogiawaldorf #educacaowaldorf #waldorfeducation #waldorfstudents #centenariowaldorf#waldorf100 #waldorfcuiaba #waldorfbrasilis#ensinofundamental#matriculasabertas

Publicado por Colégio Waldorf Brasilis em Terça-feira, 10 de setembro de 2019

Depois da “Arrumação” e da “Roda Rítmica” é hora de lavar as mãos, pois todos se preparam para lanchar. Colocar a mesa, as frutas trazidas a cada dia pelas crianças, o pão recém assado, os potinhos e pratinhos, o suco que a escola prepara na hora com frutas naturais, ou o chá que oferecemos no inverno e ainda enfeitar com uma vela ou flor esta mesa farta, são partes das tarefas que todos prontamente colaboram.

O lanche comunitário é sempre uma alegria para alguns e uma oportunidade para outros, que acabam aprendendo com os amiguinhos que vale a pena provar antes de recusar um alimento.

Depois do agradecimento e do lanche comunitário, recolher seus potinhos, ajudar a lavar e juntar e picar o que vai para a compostagem, encerra esta atividade que tanto educa.

Todos querem ser ajudantes do dia para fazer as tarefas de por e tirar a mesa. Servir, ajudar, contribuir com o todo, é um aprendizado que levam para a vida.

Sabe, se sua crianca viver 80 anos, vai continuar tendo vivido apenas 12 anos de infância.Se viver até os 90, ganhou 10 anos de velhice, e nenhum dia a mais para ser criança. A medicina só tem conseguido espichar o fim da vida. Mas a magia mora no começo. Então, não tenha medo de deixar seus pequenos serem crianças. A gente anda "amadurecendo no forno" essa meninada, como se fossem bananas verdes. Mesmo sabendo que fruta que amadurece no pé é que é gostosa.Texto: Bárbara Guimarães#matriculasabertas #preescolacuiaba #waldorfbrasilis #maternalcuiaba #jardimwaldorf #waldorf100 #coloegiowaldorfbrasilis #waldorfcuiaba #100anospedagogiawaldorf #vemserwaldorf

Publicado por Colégio Waldorf Brasilis em Terça-feira, 27 de agosto de 2019

O brincar deve possibilitar na criança o ato de experimentar, conquistas por si, desenvolver os sentidos e a coordenação motora, para se tornar um adulto desenvolvido em sua amplitude. Então na Educação Infantil a criança passa grande parte do tempo brincando, pois:

[…] a criança desenvolve-se em grande parte através do brincar. O brincar é tão importante e sério como o trabalho para o adulto. Ao brincar, a criança vai adquirindo experiências e vivencias com as quais vai aprendendo a se situar em seu meio ambiente. É no brincar que a criança conhece o mundo e a si mesma e desenvolve capacidades de relacionamento social e coordenação motora. (ANTROPOSOFY, 2016).

Em complemento, sobre a importância do brincar nos primeiros setênio da vida das crianças, comenta Rudolf Steiner “Se a criança é capaz de se entregar por inteiro ao mundo ao seu redor em sua brincadeira, então em sua vida adulta será capaz de se dedicar com cobrança e força a serviço do mundo” (FEWB, 2016) promovendo uma sociedade mais harmônica, mesmo que esse desejo passe por turbulências e dificuldades, pois terá persistência e acreditará que isso é possível.

NOSSAS BASES

ATIVIDADES ARTÍSTICAS

   Todos os dias, nossos filhos fazem uma atividade diferente, como mencionamos anteriormente, como pintar com aquarelas ou giz de cera, molduras com cera de abelha, amassar a massa para fazer pão … mas todas essas atividades acontecem de maneira artística, o que ajuda a desenvolver a sensibilidade em nossas crianças, juntamente com o desenvolvimento dos próprios sentidos.

BRINQUEDOS E FERRAMENTAS

Os brinquedos Waldorf são bem diferentes, são básicos e indefinidos para que as crianças desenvolvam sua imaginação e atividade interior. Além disso, usamos materiais específicos, naturais e de alta qualidade, como madeira, lã, tecidos naturais tingidos de tonalidades ecológicas, cera de abelha, tecidos de algodão, seda e também madeira, galhos, frutas ou pedras, que as crianças tiram de seus passeios . Eles são feitos por seus próprios professores e pais, e às vezes na frente deles, para que possam apreciar seu valor. A maioria deles são bonecas de pano, animais de seu ambiente feitos de lã, carros de madeira e peças de madeira para fazer estradas, trilhas, pontes, etc.

CANÇÕES E VERSOS

Todos os seres humanos são seres musicais. Música folclórica e música em um tom principal, modo pentatônico, juntamente com versículos e impressões digitais, acontecem em nosso jardim de infância para acompanhar nossos filhos e trazer o “alimento para a alma” apropriado. A música tem sua base no domínio espiritual e exige que o ser humano a traga à manifestação física, por isso ajuda as crianças a estarem conscientes de seus corpos e a desenvolver também seu senso de ritmo. Existem diferentes músicas específicas para cada estação, e as crianças as tocam também nas celebrações ao longo do ano, elas ajudam a capturar a passagem do tempo.

BRINCAR E APRENDER

Galeria de fotos da Educação Infantil

ARTIGOS EDUCAÇÃO INFANTIL